Berlim: o guia completo para sua viagem

A capital da Alemanha tem uma pegada multicultural.

O que um dia foi intolerância absoluta deu lugar a cultura em diversas vertentes. A cidade é repleta de museus, arte de rua, grafites, quadros, esculturas e artistas em todos os lugares.

Portão de Brandemburgo

Berlim respira cultura.

Nesse guia completo você vai ver:

Sumário:

  • Uma breve história sobre Berlim
  • Melhor época para viajar
  • Opções de acomodação na capital da Alemanha
  • Como se locomover em Berlim?
  • Atrações imperdíveis
  • Além do óbvio: outros lugares para visitar
  • Para os foodies: melhores pratos e restaurantes

Quando o muro caiu a parte leste de Berlim abrigava milhares de prédios abandonados assim muitos deles foram ocupados pelos artistas já que não pagavam aluguel.

Essa parte da cidade é cheia de cultura, prédios não tão bonitos com um mix de arquitetura ultra moderna e a soviética antigona, arte de rua e inúmeros cafés.

Não é mais tão barata como costumava ser, mas ainda assim em comparação com Londres ou Paris, Berlim é uma cidade que oferece a possibilidade de viajar barato.

Mencionei nesse post as 11 maneiras para economizar no país. Quando for preparar sua viagem dá uma passada lá!

É essencial planejar com antecedência e ficar pelo menos 5 dias a fim de aproveitar o melhor que a cidade tem a oferecer. O planejamento antecipado é um dos segredos do viajante profissional .

Super segura para a mulher que #viajasozinha .

Vamos ao guia completo de Berlim?

1. Quando viajar para a Alemanha?

O inverno é muito rigoroso no país. De dezembro a março há dias que haverá neve e possivelmente chuva. Prefira viajar de maio a setembro.

Os meses de verão são lotados de turistas nas principais cidades, então eu recomendo maio, junho, setembro ou outubro. As temperaturas são mais amenas e você evita a horda de turistas.

Dom Berliner

2. Melhores opções de hospedagem:

No quesito acomodação Berlim tem vários centros. É uma cidade enorme e espalhada, assim não há exatamente um centro histórico, mas vários. Escolha um local próximo ao metrô e as atrações imperdíveis.

A melhor opção é o Circus Hostel : fica no bairro de Mitte, que quer dizer meio. A localização é estratégica e próxima de estação de metrô bem como de trem.

A diária para novembro de 2020 fica por R$ 398,00 em quarto privado e em dormitório (misto) sai por R$ 150,00. O café da manhã está incluso e é muito bem servido.

O check-in inicia as 15:00. O preço é salgado, mas é de longe a melhor opção.

Para uma estada mais em conta escolha o St Christopher´s . Fica também em Mitte, mas na Alexanderplatz. Platz é praça.

A diária para novembro de 2020 sai por R$ 268,00 no quarto privado com banheiro compartilhado ou ainda R$ 82,38 para a cama em dormitório misto.

O café da manhã não está incluído, mas é possível comer no estabelecimento por 5 euros. Ou ainda nos restaurantes próximos com 25% de desconto oferecido aos hóspedes.

Palácio do Reichstag

3. Como se locomover em Berlim?

O sistema de transportes, apesar de caro, é super eficiente. Nas grandes cidades, como Berlim e Munique o ticket integra ônibus, metrô e trem.

É preferível comprar o passe diário que o single ticket. Vai sair mais barato e você pode utilizar todos os meios de transportes várias vezes ao dia.

Nesse link você pode ver o mapa do metrô de Berlim, bem como planejar seu roteiro com as atrações próximas a cada estação.

4. As atrações imperdíveis na capital:

  • Portão de Brandemburgo: é o cartão postal da cidade. A antiga porta de entrada em estilo neoclássico foi restaurada no século XVIII. É a atração mais conhecida da cidade. Passe lá e tire uma boa fotografia.
  •  Palácio do Reichstag : o prédio renascentista onde funciona o Parlamento da Alemanha . A cúpula também é um dos símbolos da cidade. É possível fazer uma visita guiada, mas é necessário agendamento prévio.

Você pode agendar a visita nesse link  . 

  •  Memorial do muro de Berlim: é um monumento que lembra as mortes ocorridas quando o muro caiu.
  •  Ilha dos museus: é mesmo uma ilhota no meio de Berlim que abriga vários museus: tire um dia para visitação. São 5 museus renomados e a ilha em si é patrimônio da UNESCO.
  •  East Side Gallery: fica no lado leste do muro e é uma galeria ao ar livre. Com várias obras de arte ao longo do caminho. Quer uma notícia boa? É Gratuito. Só vá!
  •  Torre de televisão : tem 368 m e abriga um restaurante giratório bem como um observatório. Para aquela fotografia, sabe?
Torre de televisão em Berlim
  •  Berliner Dom: a catedral de Berlim é luterana e foi construída em 1895. O prédio é magnífico.

Para comprar o ticket on-line antes da sua visita é só clicar aqui .

  •  Potsdamer Platz: super central e repleta de atrações . Para comprinhas básicas e um café no meio da tarde.
  •  Memorial do Holocausto: é essencial não esquecer da história. O passado nazista deu lugar a uma cidade multicultural, mas está presente. Como deve ser.

Berlim mistura o passado sombrio e a tolerância do presente. Cheia de museus, arte de rua e galerias a cidade parece receber bem todo mundo.

Grafite Muro de Berlim

5. Além do óbvio: outras atrações

Museu do Pérgamo: é um dos museus da ilha acima mencionada. Só o prédio já vale a ida. Demorou 20 anos para ser construído e abriga o altar do Pérgamo (ou pergamon) construído há 2.000 anos, a porta do mercado romano de Mileto (17 metros de altura), a porta de Ishtar e mais de 270 obras do oriente. É fascinante.

Bebelplatz: é um memorial a queima do livro. Durante o nazismo estudantes pertencentes ao partido queimaram mais de 20.000 livros considerados “não alemães”. Esse espaço é um memorial a essa “queima” gigante.

Kreuzberg: é o bairro boêmio de Berlim. Repleto de artistas, estudantes e turcos – os imigrantes da Turquia se concentram nessa zona da cidade. O bairro descolado abriga restaurantes, cafés e bares para todos os gostos. Muito grafite e arte de rua. Só vá!

Friedrichshain: a cena noturna se concentra nesse bairro agora. Os clubes e os cafés modernos mudaram-se para cá, por assim dizer; além de abrigar também hippies e artistas em geral.

Visite se quiser sair à noite. Aliás: recomendo. A vida noturna de Berlim é maravilhosa.

Mauerpark: não é o parque mais bonito da cidade, mas é o favorito dos locais.

Pode-se tomar cerveja no parque – que é mais barata que água – sem ser incomodado. Berlim tem essa vibe de liberação quase total, desde que não perturbe seu vizinho você pode fazer tudo (ou quase).

Muro de Berlim

6. Alimentação: Os melhores pratos para deixar você com água na boca

Experimente o Mustafas Gemüsedönner: o donner é um kebab – o espetinho de carne por aqui. O mustafas é especial. As pessoas fazem fila para experimentar o tal kebab e não é para menos: a carne de frango é bem fininha e temperada com um molho “secreto”. Não deixe de experimentar, prometo que vale a pena.

Para quem gosta de churrasco (todos nós por aqui?) o melhor prato misto está no Chicago Williams BBQ. O preço também é razoável. É muito servido, a carne é suave e foi a melhor costela que comi na vida.

Prefere nosso rodízio? Tem também. O Villa Rodizio serve o churrasco brasileiro como vemos aqui em nossas churrascarias, inclusive picanha tem por lá! E claro, caipirinha.

É hamburger que você quer? Qualquer um do The Bird. Só visitar, pedir e esperar. Qualquer opção vai ser uma experiência muito boa.

Não deixe de comer o currywrust: é um prato de fast food na Alemanha que consiste em salsicha de porco (aquela grande) picada e temperada com molho de curry e ketchup. Muitas vezes acompanha batata frita.

Muro de Berlim

Berlim é vibrante, tem uma luz diferentona e é muito cosmopolita.

Vale muito a pena visitar pelo menos uma vez na vida.

Se ainda não estava no seu radar coloque. Dá uma olhada nesse vídeo para se inspirar:

Recomendo passar mais tempo em um país e aproveitar a viagem para conhecer mais cidades.

Depois da pandemia viajar de avião será uma experiência um pouco mais estressante que o habitual, com as longas filas e os protocolos para embarque – se você ainda não viu.

Assim, o ideal é tirar férias mais longas e aproveitar a ida para conhecer o maior número de atrações possíveis.

Nós não precisamos de visto (ainda) para os países Schengen. Planeje uma viagem para a Europa e escolha um país de destino.

Você vai aproveitar melhor com apenas um destino no seu roteiro.

Aproveite a viagem à Alemanha e conheça Munique , Rothenburg e se der tempo passe em Frankfurt ou faça a rota romântica.

Conheça a Bavária inteira, é um cantinho do mundo cheio de charme e castelos fantásticos.

Para um roteiro completo em modo econômico – com a sua cara – você já sabe: só clicar aqui.

Se preferir a viagem completa, preparada para você e com conforto absoluto conte com nosso serviço de concierge.

Boa jornada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s