A incrível viagem de Shackleton: o fracasso é essencial

“Eu não falhei 10 mil vezes. Apenas encontrei 10 mil maneiras que não funcionam”

Thomas Edison

O explorador britânico (de origem irlandesa) Ernest Shackleton ficou conhecido não pelo sucesso, mas pelo fracasso.

Fracassou em seu objetivo de alcançar o Polo Sul. Fez 4 tentativas e a mais célebre é a viagem realizada em 1914.

O nome do navio era endurance. Que em português significa resistência.

Resistência: ação de não ceder ou sucumbir, recusa a submissão à vontade de outrem, tolerância para suportar as dificuldades.

A expedição imperial trans Antártica de 1914 – 1916, em que o explorador e sua equipe sobreviveram – resistiram as adversidades – a despeito das provações físicas e emocionais, rigores do tempo e sofrimentos de toda sorte.

A meta da expedição era cruzar o continente antártico, por terra, de oeste para leste.

incrivel-viagem-Shackleton
Antártica

A incrível viagem de Shackleton relata a expedição em detalhes e o livro foi baseado nos diários de bordo.

Com alguma licença poética ele descreve em detalhes a incrível jornada de Ernest Shackleton rumo a Antártica.

Nessa época não havia um transmissor de rádio potente o suficiente para pedir socorro e mesmo que houvesse, era altamente improvável que o resgate conseguisse chegar.

O resgate era simplesmente impossível.

A equipe teve de encontrar formas para sobreviver sob condições de temperatura altamente rigorosas, sem alimentos disponíveis (as provisões haviam acabado), sem medicamentos e muitas vezes sem abrigo.

E encontraram.

Ninguém da equipe morreu durante a provação. Na volta houve casualidades, mas durante não.

viagem-Shackleton-antartica
A incrível viagem de Shackleton

Fiquei pensando que somos treinados a observar sempre os sucessos, como se não houvesse milhares de fracassos antes de obter um mísero sucesso.

O sucesso depende de várias tentativas.

Depende da capacidade de adaptação as adversidades, da habilidade de modificar seu próprio comportamento e aguentar, suportar tais adversidades.

Somos educados para obter sucesso, quando na verdade, para cada um ele tem uma definição, um conceito diverso.

O que é para mim certamente é diferente para você. E tudo bem.

A questão é aprender a aceitar que é subjetivo, relativo e que cada pessoa tem direito a sua opinião e a levar a vida como ela deseja.

Shackleton prova que a experiência de fracassar é mais duradoura que qualquer conquista, que qualquer 15 minutos de fama.

Ela desenvolve resistência e, sobretudo resiliência.

Resiliência: Capacidade de quem se adapta às intempéries, às alterações ou aos infortúnios.

Passados 43 anos o mesmo foi tentado por Fuchs. Que somente conseguiu o intento frustrado porque havia já nessa época equipamentos suficientes, aviões e transmissores potentes.

O sucesso de Fuchs se deu por conta do fracasso de Shackleton.

Da sua resistência, resiliência e capacidade de tentar mais de uma vez.

Outro fracasso épico é o de Edison e a lâmpada.

Thomas Edison foi um inventor de inúmeros objetos que usamos hoje, mas é mais conhecido pela lâmpada incandescente comercializável.

lampada-thomas-edson
Thomas Edson e a lâmpada

Há uma polêmica acerca do tema: dizem que quem inventou na verdade foi Tesla e que Edison patenteou. Não vou entrar na polêmica.

O fato é que antes da lâmpada tornar-se um objeto comercial o inventor fracassou milhares de vezes.

Tudo na sua vida girava em torno de invenções, inclusive a câmera cinematográfica e o motor elétrico do carro.

Se algo não dava certo ou não podia ser comercializado por não haver interesse de grandes patrocinadores, ele seguia tentando.

Inventando e inovando.

Persistência é nome e sobrenome dessa grande figura pública.

Persistência: expressar constância, continuar, prosseguir; qualidade que dura.

Thomas Edison não fracassou, ele fez 1000 tentativas antes de acertar.

Caso queira ler mais sobre o inventor está disponível essa biografia de um genial inventor no kindle. Precinho de café com pão na chapa 😉 .

Aquele lembrete amigo: utilizamos links afiliados, se você comprar por aqui recebemos uma comissão, ok?

incrivel-viagem-Shackleton
Lâmpada

A sociedade que vivemos minimiza o fracasso e esconde sua ocorrência.

Entretanto todo líder fracassa muitas vezes antes de ser bem sucedido.

O fracasso é essencial para formação de caráter, para desenvolver a resistência e sobretudo, parar de dar ouvido ao gado, a massa que é crítica porque nunca tenta.

O livro as virtudes do fracasso fala justamente sobre isso. Dê uma olhada na resenha!

Ficar na zona de conforto é mais confortável do que desafiar o sistema e partir para uma aventura épica (ou não).

Tentar mil vezes define que tipo de pessoa você é: que não desiste em meio as adversidades.

O fracasso promove além da resiliência a oportunidade de aprender com os erros e desenvolve a coragem, que como todos sabemos não é ausência de medo.

E sim: tá com medo? Vai com medo mesmo.

incrivel-viagem-Shackleton
Escale sua montanha

Êxito constante gera conforto e preguiça.

Se você é bem sucedido mil vezes a tendência é ficar onde está, o famoso dito popular: em time que está ganhado não se mexe.

Assim, você vai ficar por ali mesmo, sem aprender novas habilidades, sem avaliar riscos e ganhos das tentativas frustradas.

Quem não conhece a frustração tende a ficar sempre no mesmo lugar.

E viajar é preciso.

Navegar também, por águas turbulentas onde você não vê o fundo e arrisca seu pescoço em tentativas mis.

O fracasso dá sinais. Ou indicadores. Você aprende a identificá-los antes que ocorram, usando não somente a intuição, mas a tentativa- erro como farol.

A intuição é sua bússola, mas as tentativas frustradas são seu mapa. Você já sabe que seguir por aquele caminho vai te levar ao fracasso, porque já esteve lá.

Empatia também é desenvolvida. Você aprende que não pode julgar a jornada do outro, porque não sabe o que aconteceu no caminho que o levou àquele destino.

Cada jornada é única, singular e subjetiva. Como são os indivíduos.

Quando deixei minha carreira no tribunal, um salário mais do que confortável, não sabia da pandemia. E no meio do caminho tive que me reinventar.

Ainda não sei para onde vou exatamente, mas tenho a certeza que trabalhar no setor público não é mais uma opção para mim.

Se insistimos num caminho que sabemos que não é para nós e não nos arriscamos nas águas turbulentas dos oceanos de possibilidades não saberemos nunca o que pode estar guardado para nós.

Descobri que posso aprender mais e melhor.

Que novas habilidades requerem sentar-se, estudar e traçar novos planos. Que reinventar-se é quase uma coisa diária.

Que nada é impossível.

Mudar de cidade, ter segurança e qualidade de vida são nesse momento uma prioridade.

Prefiro silêncio e tranquilidade ao conforto.

Necessito de paz para que meus pensamentos fluam e para alcançar quem sabe um novo patamar.

Sei que nada é fácil e não espero mais ajuda.

Também sei que o universo se abre e que as coisas fluem naturalmente quando você segue sua intuição e deixa-se levar pelo acaso.

Ele é mais poderoso que um plano bem traçado. Mas não deixo de ter plano A e B.

Planejar é preciso, mas é essencial deixar-se conduzir pelo destino e aceitar as perdas ao longo do caminho é essencial.

Perdi casa, amigos, colegas, pessoas e coisas ao longo do caminho.

Ganhei independência e autonomia. E exercitei a coragem em todos os passos.

Fracassei muitas vezes e creio que ainda haverá alguns fracassos por aí a espreita, mas deixei de ter receio deles.

Meu conceito de sucesso mudou muito e tenho a certeza de que caminho é para ser delineado à medida que é feito.

Traçamos um plano, carregamos o mapa, levamos a bússola.

Ainda assim tudo pode mudar como a jornada de Shackleton e as tentativas de Edison.

E a beleza da viagem você já sabe que não é o destino, mas a jornada.

Fracassar é preciso.

Aprender com o fracasso é essencial para apreciar o sucesso.

O que é sucesso para você? Comenta aí embaixo 😉 .

Boa jornada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s