Etiqueta de bordo: reclinar ou não seu assento?

aircraft-513641_1920

Reclinar ou não reclinar, eis a questão.

 

Recentemente durante um voo da American Airlines de New Orleans para Charlotte nos E.U.A., uma mulher decidiu reclinar sua poltrona e o passageiro atrás começou a bater e socar o assento dela. Ela filmou o incidente (se é que se pode chamar assim) e postou na sua conta do twitter. O vídeo você pode ver aqui.

 

Agora ela vai processar a companhia aérea alegando que a comissária de bordo depois de repreendê-la (o que não duvido) ainda ofereceu ao passageiro um drink gratuito, veja a reportagem aqui.

 

indoor-2594469_1920

A partir daí começaram as controvérsias acerca da etiqueta de bordo.

Posso reclinar meu assento? Devo avisar o passageiro que está sentado atrás? Escrevi um conteúdo recentemente – para a newsletter da página, contendo tópicos parecidos.

A pessoa que está sentada no meio, por exemplo, tem direito aos dois braços. O espaço é minúsculo e já está super apertada, nada mais justo que deixar o encosto do braço para a criatura do meio.

Etiqueta de bordo internacional.

 

airplane-1209752_1920

No que se refere a reclinar a poltrona, realmente acho que você (e eu) tem todo direito de fazê-lo. Desde que espere pelo menos o avião sair do chão e volte a posição inicial durante as refeições porque ninguém merece comer no aperto maior ainda.

O CEO da Delta Airlines numa entrevista, disse que o passageiro deveria avisar diante mão que irá reclinar a poltrona.

Lembro de uma viagem (de ônibus) de Atenas para Meteora na Grécia. O trajeto era imenso, levou pelo menos 7 horas para chegar. Num determinado ponto eu reclinei minha poltrona para tirar um cochilo. O casal que estava atrás de mim era americano.

A mulher  começou a reclamar. Eu virei e perguntei: qual é o problema? Estou apertada aqui, ela disse. Eu retruquei: mude de lugar. Há diversos assentos vazios no ônibus.

Claro que ela continuou resmungando e não mudou de lugar.

 

silhouette-3336437_1920

Não consigo entender a polêmica. O espaço (na econômica) já é minúsculo, se não pudermos reclinar, o mínimo, nossa poltrona, como vamos descansar?

Temos todo o direito de fazê-lo. A questão é: devemos avisar antes?

O que você acha? Deixe seu comentário.

Para receber guias de viagem (Europa 2020) e dicas de como tornar seu voo longo mais confortável assine nossa newsletter no Viajar é Fundamental. Se quiser preparar sua viagem sozinho baixe o e-book Guia Essencial para Viajar por Conta Própria.

 

Boa jornada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s