China, Itália e o coronavírus no Brasil

china

Em tempos de coronavírus que foi denominado oficialmente nesta semana pela OMS como COVID-19, sigla em inglês para “coronavirus disease 2019” (doença por coronavírus 2019, na tradução), vamos falar sobre a China, a Itália e o primeiro caso confirmado no Brasil.

 

Teoricamente o vírus se iniciou na China, onde há no momento 2.663 mortes e o número de pessoas infectadas passa dos 77.000, de acordo com a Agência Brasil de notícias internacionais, no Link.

 

O primeiro caso confirmado do vírus no Brasil foi agora (dia 26/02/2020) aqui em São Paulo: um paciente de 61 anos de idade que viajou para a região da Lombardia na Itália, entre 9 e 21 de fevereiro, está infectado com o vírus. Foi internado no Albert Einstein e está estável no momento, sendo monitorado e em isolamento.

 

mouth-guard-4791772_1920

 

O Ministério da saúde não aconselha o uso de máscaras aqui no Brasil, a justificativa é que elas abafam e não evitam a contaminação. O conselho é: lavar bem as mãos, evitar aglomerações e evitar contato (se possível) com quem está tossindo ou espirrando. Não tocar o rosto e utilizar álcool gel sempre que possível. Se quiser compre a máscara e use-a no transporte público. Não esqueça de descartar ao chegar em casa.

 

Nesse Link o Ministério da saúde explica o vírus e o que se pode fazer. Dá uma lida.

 

Na Itália há mais de 220 pessoas infectadas no momento. No Brasil a Anvisa pediu a lista de passageiros que estavam no voo com o paciente infectado (16 pessoas) e disse que está tomando providências nos aeroportos para evitar que o vírus se alastre.

 

O mais importante é evitar o pânico e se possível, multidões e aglomerações de qualquer tipo. Se conseguir fazer tele trabalho (trabalho remoto) melhor ainda. Creio que o Ministério da Saúde está tomando as providências cabíveis.

 

panic-4801625_1920

Vamos tomar as nossas, não é?

 

Se tiver viagem marcada para o norte da Itália e for possível adiar a mesma, acho aconselhável. Bem como para a China. Vamos aguardar até as coisas melhorarem.

Não creio que haverá uma epidemia e acho que é possível controlar (se houver um monitoramento adequado) agora no início.

Assine nossa newsletter no Viajar é Fundamental para guias de viagem (Europa 2020) e novidades na indústria do turismo.

Boa jornada sem pânico e vamos esperar que a situação seja em breve controlada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s