Vietnã : o queridinho do Sudeste Asiático

A República Socialista do Vietnã (com o sul e o norte unidos) surgiu em 1975 após o fim da guerra com os E.U.A.

O país se abriu para receber visitantes em 1994, ainda tão recente e já com a indústria de turismo em pleno vapor.

Um povo extremamente acolhedor e sorridente no trânsito caótico de Hanói e de Ho Chi Minh (que eu continuo chamando de Saigon).

Comida fantástica (uma mistura de França e Japão com o sabor picante vietnamita) e café de primeira.

O país ainda preserva sua identidade.

Meu favorito dos três (além do Vietnã fiz Camboja e Tailândia: se você ainda não viu ). 

Comecei por Hanói.

Fiz São Paulo-Dubai, pausa para esticar as pernas 😉 ,Dubai-Yangon-Hanói. Escolhi a emirates porque era a mais em conta. Foram 35 horas até chegar a meu destino.

É longe, prepara a coluna.

O fuso é GMT + 7, ou seja: 10 horas a mais no momento (já que estamos sem o horário de verão).

Sai dia 31 de março e cheguei dia 01 de abril de 2017 no final do dia.

Visto: esse destino não tem visto na chegada (visa on demand), você precisa tirar o mesmo com antecedência.

Como não quis trabalho tirei por uma agência, a mesma que faz meu seguro viagem (16 dias cobrindo os 3 países), paguei R$:  500,00.

Se quiser o endereço da agência comenta aí embaixo que eu mando.

Alojamento: optei por ficar no centro da cidade: homestay em Hanói. Cinco diárias pelo valor de US$ 90,00.

Muito confortável, com ar condicionado, recepção simpática e o melhor café da manhã da minha vida: além do bufê eles tem um menu de ovos, bacon, panquecas, pães com diferentes modos de preparo.

Excelente atendimento.

Pedi um transfer do aeroporto para lá, chegou no horário e havia uma plaquinha com meu nome, valor: US$ 18,00.

Há  opções mais baratas até seu alojamento, mas eu achava que estaria acabada demais para pensar e, acertei. 

Deslocamento: achava que seria um problema. Na verdade atravessar a rua é um problema, já que não há semáforo e a quantidade de motos é enorme.

Com um mapa na mão você anda facilmente depois que aprende a identificar onde está escrito o nome das ruas (nas placas em cima das lojas).

Antes de viajar reservei um passeio gratuito por aqui: tour pela cidade.

O interessante é que além de não pagar uma taxa fixa (só a gorjeta e o que você seu anfitrião consumirem) esse tour é feito por estudantes que querem praticar seu inglês.

A menina, que foi até o hostel me buscar, era super gentil, mudou seus planos a medida que eu dizia o que queria fazer: caminhamos no parque, tomamos sorvete e o famoso café com ovo, me levou a todos os templos possíveis, trocamos figurinhas culturais e nos tornamos amigas.

Ô povo simpático, viu?

Me ensinou a atravessar a rua (sem ter um ataque cardíaco), a localizar o nome das ruas, a evitar locais suspeitos da cidade e me levou naquelas jóias escondidas que só os locais sabem.

Assim, aprendi a me virar em Hanói com a ajuda de uma local logo no primeiro dia.

Gratidão Nông Bach pela hospitalidade, carinho e apoio. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Preços: a moeda chama-se DONG ou Vnd (Vietnam Dong) . US$: 1,00 = 22.600,00 DONG. Como você pode ver é na casa dos milhares, haja nota na sua carteira.

Uma garrafa de água de 500 ml: 7.000 DONG; uma refeição no centro (comida de rua): 20.000 a 30.000 DONG (US $1,00!!!!), um jantar em um restaurante pode chegar a 50.000 DONG.

É mesmo muito barato.

A loja de conveniência por lá chama-se family mart ou small mart, há vários espalhados tanto por Hanói quanto por Ho Chi Minh.

Ha Long bay: o paraíso.

Tudo aquilo que você já viu nas fotos e mais alguma coisa.

Reservei o passeio ainda do Brasil, com uma agência local, pelo seguinte e-mail:  Agência para Ha Long.

Conversei com a Sra. Phuong três meses antes de embarcar, há vários preços para o cruzeiro (com o deslocamento de Hanói até lá incluso), optei pelo valor médio US$: 135,00.

Dois dias e uma noite em cabine privada no barco, todas as refeições exceto as bebidas.

As atividades são: aula de culinária,  visita a uma caverna, tai chi chuan às 6:00 da manhã ( óbvio que eu não fui) e, antes de eu chegar o caiaque era permitido.

No dia anterior a minha chegada foi proibido na baía por questões ambientais (preservação da fauna e flora).

Recomendo muito a agência, sobretudo se estiver viajando sozinha(o).

Eles te buscam e te deixam no hotel, são pontuais e extremamente eficientes. O barco é muito bom e o serviço impecável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saigon (Ho Chi Minh): cheguei na cidade às 14:00 (pela Vietnam airlines) e, partiria no dia de seguinte para o Camboja, assim sendo a única coisa que fiz foi comer 😉 .

Na verdade conhecia uma moça (de um grupo de viagens do face) e ela me levou para passear na noite de Saigon, de moto!

Comi todos os frutos do mar (os mais apimentados da minha vida) que cabiam no meu estômago e dei muita risada.

Entretanto sei que a cidade tem uma grande importância histórica, não somente pela colonização francesa, mas sobretudo pelo passeio aos túneis, o palácio da reunificação e o museu .

Segue aí um link do que fazer (que eu não fiz) em Ho Chi Minh: Imperdíveis em Saigon

Comida de rua, sentada em banquinhos na calçada, passeio de moto, um shopping todo iluminado e uma hospitalidade de dar inveja, muito amor envolvido (meu muito obrigada a minha doce amiga Yumy Myyu):

O país é grande. Há muito o que explorar. Voltarei ao Vietnã para fazer Hoi An e Sapa.

Como dá para perceber eu amei.

Se precisar de mais dicas deixa a pergunta aí embaixo que responderei.

Se o Vietnã não estava na sua lista até agora, sugiro colocá-lo. Vale muito a ida.

Para preparar sua viagem sozinho baixe o e-book: O Guia Essencial para Viajar por Conta Própria ou assine nossa newsletter para receber guias de viagem gratuitamente no Viajar é Fundamental.

Boa jornada!

3 comentários sobre “Vietnã : o queridinho do Sudeste Asiático

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s